O 23º dia foi prova de que quando se quer muito algo, o mundo parece conspirar para a concretização do que se deseja, ou talvez seja apenas o fato de que a partir do momento em que se decide algo e que se luta com todas as forças parar alcançar o seu objetivo, nenhum obstaculo parece grande o suficiente.

Não quero discutir a ideia do "copo meio cheio x copo meio vazio" mas o fato é que hoje ao olhar para o céu vi nuvens carregadas e 3 pessoas me abordaram dizendo "querida, melhor não ir, você vai se molhar" e dentro da minha cabeça a resposta era tão simples. Hoje em dia eu prefiro sair e correr o risco de me molhar a ficar em casa segura e nada, literalmente nada, acontecer.

Que a chuva me molhe dos pés a cabeça mas ao menos eu sei que eu cumpri a minha parte, que eu não consiga aquela promoção mas eu vou tentar, que eu não emagreça tudo o que eu preciso no tempo em que eu planejei mas eu vou fazer o meu melhor.

Algumas pessoas desistem mesmo antes de tentar, outras desistem pelo cansaço e o que sobra? Uma vida de histórias pela metade, de quase conquistas, de quase felicidade. A sensação de derrota doi, mas a sensação do quase...Essa é péssima e geralmente vem carregada de muito amargor.

Deixem o amargo para o café e façam da vida o mais doce que conseguirem.

Existem inúmeras coisas na vida as quais são importantes mas que fogem ao nosso controle pois não dependem só das nossas ações. Já a obesidade, este é um dos poucos problemas que dependem única e exclusivamente de nós, uma das poucas coisas sobre as quais podemos deter 100% de domínio.

Não deixe que a vida decida por você uma das únicas coisas das quais você tem real poder de escolha.

PS: Sim, hoje abri mão de falar sobre o meu dia-a-dia, mas depois de ver tantas pessoas queridas assim por um fio me dei conta de que existem pessoas incríveis que estão precisando de motivação e se ao menos uma delas conseguir tirar forças daqui para continuar, o meu papel na blogosfera já estará cumprido.


14 Comentários

Débora Braz disse...

Oi Ana,parabéns por sua doçura e preocupação conosco...
Só posso dizer que estou tão feliz por ter refeito um blog, ter encontrado pessoas que já conhecia a história e ver que muitas continuam em pé com seu objetivo.
Uma delas é você, que está firme, determinada no seu objetivo e muito linda se preocupando com as pessoas que estão desanimadas.
Realmente cansei de desistir de mim, da minha saúde, e principalmente cansei de desistir do que é mais importante e fundamental: DA MINHA VIDA...
Estarei voltando em breve!!
Obrigado por tudo, continue esta pessoa tão especial..
Bjos

Ca Duducha disse...

Ana, seu blog é perfeito!!! Amoooooo ler o que vc escreve... Tenho a sensação que te conheço faz tempo...
Amei o post de hoje, e pode crer que me injetou ânimo. "Depende só de mim" vou levar isto no <3 pra hoje.

Obrigada!

Um abraço de ursa!

Cíntia disse...

Amei o seu post! É muito bom poder te ver desse jeito!

Tenho certeza que iremos transformar a história de nossas vidas, e que ela terá um rumo muito lindo ainda!

=)

Beijos!

Kel disse...

Que post hein amiga!
Verdade purinha. Várias pessoas fizeram o contrário que vc. Se trancaram em casa com medo da chuva, que eles nem tinham certeza que viria. É a coisa da escolha e concordo que a única coisa que a gente pode fazer pela gente é cuidar do corpo.
Nós escolhemos a saúde e dissemos não à obesidade. Isso é cuidar na gente e não depositar na mão de outros uma responsabilidade que é só nossa.
Beijos

Daiene Antoniolli disse...

olha motivacao é o que falta em muita gente

adorei o post é otimo

tenha uma linda quinta feira

beijos

http://www.metirademim.com/

Denni disse...

Oi Ana..
adorei o post, realmente mais vale tentar do que ficar esperando as coisas cairem do céu (porque nunca cairão)
beijos
http://meuemagrecimentoreal.blogspot.com.br
@Denniblog

projet0vida disse...

Inspirador o post!!!
Tá mais é que certa, tem que ser assim mesmo..E se molhar, aprooooveeeeitaaaaa..Tem hr na vida da gente que o melhor é molhar dos pés à cabeça mesmo!!!


=**

Mili disse...

Inspiração é tudo! e motivação é o que nos move, sim vale a pena sair e correr o risco pq como vc enfatizou ficar parada nada acontece, nada mesmo!
Adorei essa garra.
Continua firme.
e vamos juntas.
Beijos
ótimo dia!

ANA CHRISTIANE disse...

MINHA ANINHA...COMO ESSA MINHA GATINHA ESCREVE BEM...ADORO CADA PALAVRA QUE VC NARRA, POIS VEM DO CORAÇÃO TODA ESSA INSPIRAÇÃO!!!NÃO QUERO PARA MIM ESSA SENSAÇÃO DO "QUASE", ISSO NOS MINA CADA VEZ MAIS, QUERO ESSA DOÇURA DE LUTAR TBÉM!!BJUSSSSSSSS LINDA

UM DIA ABENÇOADO

Ana Carla disse...

Isso aí, lindona! Hoje fiz minha bicicleta na hora do almoço, acredita? Ando tão disciplinada... hehehe... ;-) Que isso perdure no final de semana. Beijo!

Sandra Dias disse...

Aninha, como eu me sinto bem lendo seus posts....vc já me inspirou para o meu dia de amanhã viu!!! bjs no seu coração!!!

gigipiovesan disse...

Concordo, pelo menos vc esta LUTANDO contra isso... vc esta batalhando para ser mais feliz, é oq importa né?! adorei a foto,vc é linda!! bjsss e felicidades sempreee

Eu Nos e os Sinos disse...

Que delícia de relato pela coragem dupla:
uma de compartilhar tão claramente.
outra de assumir que esta em processo.
olhar-se nem sempre é ver-se, demora muito para nos vermos de verdade.
Quanto aos outros...
esses estarão sempre de plantão,
mas não nos fará bem ouvi-los e nos importarmos.
O que acontece com voce agora é que esta se permitindo voltar ao mundo real
de braços de fora, metaforicamente falando.
Lembro que la pouco depois do ano dois mil, eu sem me dar conta
ja comprava roupa pra meu uso em lojas de gestante.Exatamente como voce cita:para cobrir bem coberto meu corpo.
Uma pergunta que se quiser pode responder la no meu blog:
Agora esta se acostumando e
sentindo-se melhor?
Lindo sabado, hoje vou a praia.
Bjks

Eu Nos e os Sinos disse...

Esqueci de dizer,
sou poeta,, escritora e editora.
Nesse momento edito um livro de um autor do sul, ele conta a historia de um vestido meu que
levou mais de dez anos guardado,
esperando ser usado um dia e o usei no dia do casamento do meu filho mais velho e dois mil e sete, aqui em Pasargada.